Considerações sobre palavras e práticas vigentes no campo da moda

Luisa Helena Silva Meirelles; Alberto Cipiniuk

Neste artigo pretendemos discutir algumas questões apresentadas na dissertação de mestrado em design, do programa de pós-graduação da PUC – Rio, na linha de pesquisa Design: Comunicação, Cultura e Artes, sobre as relações existentes no campo da moda, através das interações entre o campo institucional e o trabalho informal – desempenhado por costureiras – a partir do estudo de caso realizado na favela Rio das Pedras, situada no bairro de Jacarepaguá, na cidade do Rio de Janeiro.
Nos baseamos em Bourdieu e sua teoria sobre o mercado dos bens simbólicos, a fim de explicar o campo da moda e apontar de que maneira algumas palavras vigentes no campo institucional se afastam das práticas objetivas desempenhadas na construção de produtos têxteis e de vestuário.

moda; design; vestuário

Veja o artigo completo

Esta entrada foi publicada em Simpósio 2011. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>